Criando e Editando Cruzamentos

From Wazeopedia


O artigo abaixo contém informações muito importantes em como criar corretamente cruzamentos no Brasil. Por favor, leia atentamente este artigo antes de editar junções.

Simples é melhor

Quando se cria junções (interseções, encruzilhadas, junções em formato T, etc) às vezes temos que adaptar o formato real para que ele seja o mais útil possível no Waze. A ideia principal seria representar o cruzamento da maneira mais simples possível e somente incluir complexidade quando estiver lidando com um problema específico.

Dica: Quando a resposta de um problema que você tiver não for respondida por este artigo ou você ainda estiver com dúvidas, entre em contato no Forum da comunidade de Editores Brasileira.

O Básico

O que é uma junção?

Uma junção é composta de três itens:

  1. Pelo menos duas ruas;
  2. Um ponto onde as ruas se encontram (nó de junção)
  3. Curvas permitidas ou não de uma rua para a outra através do nó de junção

Se você não sabe como criar e modificar as vias, estradas, cruzamentos, etc. Por favor leia Guia Rápido de Edição de Mapas.

Encontro de vias

Vamos começar com a situação básica de final de rua. A rua que esta terminando vai acabar na rua principal em um ângulo de 90 graus. Esse é o exemplo mais simples no mapa já que o formato real da rua é desenhado exatamente igual no Waze.

Jct 3 90 ex.png Jct 3 90.png

Você achará muitas ruas que se encontram com ângulos diferentes. Até em áreas urbanas projetadas você encontrará ruas antigas que não seguem o projeto, passando no meio de centros urbanos em ângulos estranhos. A ideia inicial seria criar no mapa o mesmo ângulo que na vida real, mas isso deve ser feito com cuidado já que, na maioria dos casos, o ângulo de entrada ou saída influenciam diretamente as instruções de navegação.


Jct 3 45 ex1.png Jct 3 45.png

Esse método possui algumas falhas. Dependendo do ângulo (mas não exclusivamente dele) o Waze poderá dar instruções de "Mantenha à Direita" enquanto a instrução "Vire à Direita" seria a mais indicada. Se as saídas forem de Minors, Major ou Freeway a instrução será "Saia à Direita" onde, em alguns casos, pode ser confusa. Em alguns casos nenhuma instrução será dada.

Para eliminar ambiguidade, nos precisamos desenhar o cruzamento aonde o algoritmo de roteamento funcione da melhor maneira possível.

Jct 3 45 curve.png Jct 3 45 ex.png


Uma rampa saindo de uma auto estrada dará o comando Saia, então o seu ângulo de saída não é necessariamente um problema.

Jct ramp no geo ex.png Jct ramp no geo.png

Cruzamentos

Quando fizer uma curva em um cruzamento, a ideia é receber as instruções "vire à esquerda" ou "vire à direita", neste caso esperaremos ângulos próximos a 90 graus.

Jct 4 90 ex.png Jct 4 90.png

Se tivermos uma rua cruzando em um ângulo muito diferente de 90 graus, nós precisamos fazer com que o algoritmo identifique que desejamos "vire" em vez de "mantenha".

Jct 4 45 ex1.png Jct 4 45.png

Ruas em mesmo Nível

Intersecções em Y

Quando ruas em mesmo nível se encontram como uma figura em Y, precisamos cuidadosamente mapear os segmentos para fornecer direções por voz úteis. Como explicado em How Waze Determines turn/keep/exit maneuvers, nomes de segmentos e geometria são importantes para determinar qual instrução será dada.

No exemplo abaixo a pista principal muda de nome ao se dividir em Y, para oeste ela é chamada de Main St e para leste como Atlantic Ave.

Jct Y ex aerial.png


No entanto na figura abaixo a rua Main St. foi mapeada como sendo uma reta e a Atlantic Ave. como uma rua saindo da outra avenida, neste caso instruções por voz serão dadas de forma incorreta.

Jct Y ex map bad.png


Como a rua principal e a rua secundária possuem o mesmo nome, o sistema de roteamento considera a rota com o mesmo nome de ruas entre segmentos como sendo "mantenha", enquanto a saida para a rua de nome distinto como "vire". Na figura acima reforçamos para o servidor de rotas que este pensamento está correto ao deixarmos os segmentos encontrando-se de forma reta.

O motorista que quiser seguir em frente na rua principal quer receber o comando para continuar em frente independentemente da mudança de nome da rua. Para que o sistema de roteamento forneça as intruções corretas é necessário que os segmentos sejam segundo a figura abaixo:

Jct Y ex map.png

Now the geometric definition of straight is the multi-lane portion of Main St. onto Atlantic Ave., since we have made that transition as close to zero degrees as possible. The regular street portion of Main St. now branches off at an angle close to 90 degrees. The routing engine should recognize that a turn is required. So the result is that Main St. to Atlantic Ave. has no announced turn, and multi-lane Main St. to surface road Main St. has a turn announced. Exactly what most drivers would expect in the real world.

Ruas Sem Saída

Ruas que só tem um nó para entrar e a saida é pelo mesmo nó inicial podem representar desafios para o servidor de rotas, apesar de serem bem simples no nosso entendimento.

Ruas Sem Saída são segmentos de vias que simplesmente terminam, sem continuação ou conexão em uma de suas pontas. Uma placa de "Sem saída" pode indicar que a rua tem uma ou mais conexões para outros segmentos que não tem saida.

Dentro do Editor de Mapas não é possível representar uma Rua Sem Saída com múltiplos segmentos se existirem ruas privativas ou de estacionamento mapeadas e conectadas. Nesse caso somente o último segmento é considerado "sem saída".

Assegure-se de que ali exista um nó (não apenas uma "dobra") no extremo final do segmento. Isso é necessário para garantir o roteamento pra fora desse segmento. Veja a seção "Cul-de-sac" abaixo para saber quando e como corrigir.

Jct dead end.png

O nó final deve ser localizado no fim da rua. No entanto, o Waze só considera o segmento como tendo sido atravessado se os nós em ambas as pontas do segmento tiverem sido atravessados, se o nó final estiver em cima da calçada ou muito próximo do fim da rua o sistema não irá considerar o segmento como tendo sido atravessado. A regra mais simples e colocar o nó final equidistantemente das calçadas e do fim da rua.

Jct dead end ex.png

O nó como feito na figura acima permite o Waze identificar que aqueles com destino no fim da rua sejam adequadamente identificados como tendo atravessado o segmento.

Em ruas residências as ruas sem saida podem ter uma área circular ou uma praça no final. Na maior parte das situações essas ruas devem ser tratadas da mesma maneira que ruas sem saida.

Jct cul-de-sac ex.png

O nó deve ser localizado próximo do centro do circulo, não próximo das calçadas.

As ruas sem saida como uma praça devem ser tratadas da mesma maneira que as ruas sem saida normais.

Jct cul-de-sac island ex.png

Nesse caso o nó deve ser colocado no fim da rua e não no centro da praça.

Jct cul-de-sac island ex road.png

Loops

Loops são estradas em que você pode entrar e, sem inverter a mão de direção, terminará no mesmo local onde você estava.

Uma regra importante do Editor de Mapas é: um segmento de via não deve começar e terminar na mesma junção.

Se essa regra não for seguida, o servidor de rotas terá dificuldades em fornecer trajetos para dentro e fora do loop. Qualquer loop partido em dois segmentos por uma junção não terá este problema.

Pode-se esperar que haverá outra estrada ao longo do loop a qual você possa mapear, e que irá quebrar o loop em duas partes. Se não houver esse tipo de quebra e todo o loop for representado por um segmento que se conecta consigo mesmo, devemos inserir uma junção supérflua em um dos segmentos que integram a estrutura. A posição da junção extra não importa, mas a maioria das pessoas colocam na metade de um dos segmentos.

Jct loop bulb.png Jct loop square.png
Loop 3-part 6.jpg


Exemplo do problema causado: principalmente em vias em que rotas passam por elas, a não observação desta regra pode gerar instruções erradas e completamente sem sentido para o motorista, pois a rota desenhada no mapa mostra um caminho, mas a instrução, no passo-a-passo e falada, é outra. Veja o exemplo abaixo, onde a rota correta e desenhada passa pelo trecho à esquerda, mas a instrução, mostrada pela plaquinha (seta), mostra "manter à direita" (!):

Doissegmentosmesmaterm.jpg


NOTA É muito fácil um editor encontrar a junção extra, assumir que é supérflua e deletá-la! Esse problema é maior se a estrada que forma o loop for muito grande ou de forma irregular, logo o loop não será facilmente notado. Uma solução é identificar um caminho ou estrada que ramifique do loop e adicioná-la ao mapa, criando uma junção de três vias com menores chances de ser deletada.

NOTA O Editor de Mapas pode ser resistente em editar um loop que ainda não foi quebrado em dois. Caso ocorra erros ao salvar, tente uma das seguintes abordagens:

Se o loop e a estrada que chega até ele possuem o mesmo nome:

  • Selecione a via e o loop
  • clique no ícone de ponte que aparece (uma terminação do loop irá desconectar da outra)
  • divida o loop
  • reconecte as terminações desconectadas
  • confirme conversões


Se o loop e o segmento que chega até ele têm nomes diferentes

  • desenhe um novo segmento que se conecte ao loop/junção
  • dê ao segmento novo o mesmo nome que o do loop
  • selecione o loop e o novo segmento
  • clique no ícone de ponte que aparece (uma terminação do loop irá desconectar da outra)
  • divida o loop
  • reconecte a terminação desconectada do loop
  • confirme conversões


Este é um video no YouTube mostrando o segundo método (em inglês).

Rotatórias e Retornos Circulares

Jct roundabout.png

Por favor, veja a página Criando e Editando uma Rotatória, a qual contém uma descrição completa deste tipo de junção especial.

Conectores no mesmo nível

Jct at grade keep.png

Estes conectores não devem ser classificados como rampas, observe as curvas que precisa restringir. Para mais detalhes consulte a página at-grade connectors.

Rampas

Ramps have a very specific purpose in Waze. They are intended to connect segments of Minor Highways, Major Highways, and Freeways to roads where there are no at-grade crossings.

Quando usar rampas

As seguintes condições devem ser satisfeitas para usar rampas:

  1. Quando o tráfego se move entre duas ruas sem a utilização de semáforos ou sinais de parada
  2. As duas ruas são do tipo rodovia:
    1. Estadual
    2. Federal
    3. Expressa
    4. Rampa

Conexões de outros tipos são conexões em nivel, consulte conexões em nível para mais informações.

Quão complexas as rampas devem ser?

A regra principal ainda é 'Simples é Melhor'. Se não há grande distância entre as ruas na extremidade de uma rampa (início ou fim) é melhor utlizar apenas um segmento.

Jct ramp no split.png

Quando o segmento na extremidade se divide com grande distância (não importando a razão da divisão) então multiplos segmentos de rampa devem ser utilizados.

Jct ramp split.png

Junções em Rodovias/Expressas

Essas são junções envolvendo os 3 tipos de rodovias (estadua/federal/expressa) e as rampas.

Exemplos especificos serão dados nas seções posteriores. Todos os exemplos usam as partes basicas apresentadas aqui.

Se não tem certeza de qual tipo de rua utilizar, consulte a página Como categorizar e nomear vias para informações.

Saidas de Rodovias/Expressas

São situações tipicas de rodovias retas quando a direção "seguir em frente" de maneira reta é obvia para o motorista, nesse caso instruções só são necessárias para a direção não reta (a saida). Se instruções forem necessarias para ambos os caminhos consulte a seção Wayfinder Segments abaixo.

Estrutura
Jct fwy exit.png Jct maj exit.png Jct min exit.png

Para ser considerado um tipo básico de saida as condições seguintes devem ser satisfeitas:

  1. O segmento de entrada e o segmento de saida devem ser do tipo rodovia
  2. O segmento rodovia de saida deve ter um angulo próximo de zero graus em relação ao segmento de entrada
  3. O segmento de saida deve ser do tipo rampa
  4. O angulo do segmento de saida deve ter entre 20 e 30 graus do segmento de entrada

Se estas condições forem satisfeitas a instrução "saia a esquerda/direita" será fornecido para a saida da rodovia e nenhuma instrução será dada para seguir em frente.

Nomeclatura

Os segmentos de rodovia/expressa devem ter o mesmo nome antes e depois do nó de junção. A rampa deve seguir a regra especifica para rampas.

Bifurcarção de Rodovias/Expressas

Uma bifurcação de Rodovia/Expressa ocorre quando um segmento de rodovia/expressa divide-se em um nó de junção em duas rodovias/expressas no qual não é possível dar uma instrução de direção para seguir em frente.

Estrutura
Jct fwy fwy split.png

Para receber instruções corretas em ambas as direções da bifurcação as seguintes condições são necessárias:

  1. Todos os segmentos devem ser do tipo Rodovia/Expressa
  2. Todos os segmentes devem ter nomes diferentes
  3. O ânugulo dos segmentos de saida deve ser entre 20 e 30 graus do ângulo do segmento de entrada

Quando estás condições forem satisfeitas, a junção dará as intruções "Mantenha a esquerda" e "Mantenha a direita" usando o nome do segmento de saida.

Nomeclatura

A principal condição é que os 3 segmentos no nó de junção precisam ter nomes diferentes. Isto pode ser obtido da seguinte maneira: Usando simplesmente os nomes das estradas - Esse é o caso que a Estrada A se divide nas Estradas B e C

Bifurcações em rampas

Uma rampa pode se dividir em duas outras rampas, nesse casso as instruções "saia a direita" e "saia a esquerda" serão dadas junto com o nome do segmento seguinte na saida.

Estrutura
Jct ramp ramp split.png
Nomeando

O nome das rampas deve seguir a regra na página Como Nomear Rampas.

Casos Especiais

Transições

Nó de transição é um nó que não é de junção mas que usa o recurso de nós do Waze.


Jct transition.png Jct transition 90.png

Usos tipicos de nós de transição:

  1. Mudança no nome da rua
  2. Rua que atravessa limites de cidade/estado
  3. Mudança no sentido da rua
  4. Parte de um loop Loop Road

Podem existir nós de transição orfãos deixados no mapa (por exemplo uma tranversal deixou de existir), ou herdada do mapa base, ou erro de outro editor. Desde que tenhamos certeza que o nó encontrado é desnecessário pode ser removido. Remover este nó irá simplificar o mapa, elimitar uma restrição de curva, reduzir a penalidade de seguir aquele caminho e reduzir o custo computacional para calcular a rota. Também considere remover o nó de geometria que irá subtituir o nó de transição eliminado caso não seja necessário.

Transversais deslocadas

Em alguns casos encontramos ruas tranversais que não são exatamente alinhadas.

Jct 4 offset.png

Precisamos observar alguns detalhes nessas situações.

  1. As ruas são alinhadas na realidade? Se forem os segmentos deslocados precisam ser alterados para formar um cruzamento simples
  2. As ruas são quase totalmente alinhadas? Se estivermos dirigindo precisamos dar uma instrução para o motorista fazer uma curva ou damos a instrução para seguir em frente? Se nenhuma curva é necessária então novamente precisamos de um cruzamento simples. Pode ser preciso fazer o cruzamento por cima das calçadas, no exemplo abaixo usamos curvas para construir o cruzamento.
    Jct 4 offset align.png Jct 4 offset align ex.png
  3. Finalmente, existe separação verdadeira entre as ruas? Seria preciso dar instruções de "vire a esquerda e em seguida vire a direita"? Nesse caso devemos deixar uma distância de modo que as ruas não fiquem proximas de serem alinhadas.
    Jct 4 offset ex.png

Devido ao erro dos sistema GPS em aparelhos civis, devemos exagerar um pouco o segmento entre tranversais, senão o Waze pode não dar a segunda instrução de "virar" corretamente.
Jct 4 offset sep ex.png